Novo rumo da nossa parceira Equipe Trader

A Equipe Trader já é há alguns anos parceira forte deste blog.

Atualmente, a empresa, voltada para educação de investimentos na bolsa de valores, está adotando um novo rumo em seus serviços e focos de negócio.

Confira:

Renda Fixa: Considerado pelos próprios investidores o melhor portfólio do mercado, a renda fixa que a Equipe Trader/XP oferece, contem rentabilidade a prova de fogo, com rentabilidade muito acima da poupança.

Renda variável: Garanta o acesso às melhores plataformas de negociação do mundo com a assessoria da Equipe Trader. Esqueça que um dia existiu o Home Broker. Você virá se encantar com a plataforma Meta Trader.

Assessoria Equipe Trader: Cliente Equipe Trader passa a contar com um time de assessores especializados em todos os produtos que do mercado. Assim você pode alocar o seu patrimônio da maneira mais rentável, otimizando seus resultados e lucros.

 

 

 

Estratégias para ganhar com o mercado de ações

O mercado de ações dá bastante resultados, mas desde que você saiba o que está fazendo.

Operações vencedoras dão bastante trabalho, ao contrário do que o senso comum nos faz pensar. Pode parecer fácil, até, afinal, você está ganhando. Mas não é bem assim.

Mas é importante ter uma estratégia: quando eu devo comprar, quantas ações eu devo comprar, quando eu devo vender uma parte das ações e quando eu devo vender tudo, realizando integralmente o lucro.

E, claro, quando sair da operação quando algo der errado.

Qualquer mudança pode implicar no fracasso da operação.

No caso de um bom lucro, podemos nos sentir tentados antes de chegar o objetivo. Se acontecer isso, pode-se, apoiado em uma estratégia, fazer a realização parcial de lucro.

A mensagem é: tenha uma estratégia, controle emocional e muita disciplina para seguir os planos previamente traçados.

Investir com o mercado em baixa

Neste vídeo você aprenderá os três cenários possíveis da bolsa de valores: tendência de alta, tendência de baixa e sem tendência. Você verá que até na tendência de baixa é possível ter bons lucros.

Mas que num mercado sem tendência os riscos são maiores.

O que é consolidação?

Quando falamos de bolsa de valores sempre estamos querendo saber se ela está subindo ou caindo.

Porém, há diversos momentos em que a bolsa de valores não está nem subindo nem caindo.

Nestes momentos, a bolsa de valores está consolidando. Ou seja: está sem direção, sem uma tendência definida. Andando de lado. Nem subindo nem descendo.

Isso é bom ou ruim?

Não é o melhor cenário.

Para quem faz operações que visam o curto e o médio prazo é muito mais interessante que exista uma tendência definida, seja caindo ou subindo, não importa a direção.

Quando o mercado está subindo, ótimo. É o melhor cenário (entre aspas), pois é quando o investidor compra os ativos aguardando a valorização alvo.

Agora, para o mercado em clara queda, quando não vale a pena comprar os ativos, o melhor é fazer uma operação de venda.

Normalmente, o investidor aluga ações, vende e quando o preço da ação atinge o patamar desejado, mais abaixo, elas são recompradas e devolvidas a quem cedeu o empréstimo.

Parece complexo, mas é muito simples, sem burocracia ou grandes riscos (desde que é claro, você tenha uma estratégia de gerenciamento de riscos).

Já o mercado sem direção há uma certa dificuldade. Pois o mercado não tem direção. Achamos que vai subir e ele volta cair. Achamos que vai cair mais e ele volta a subir.

Tendência de alta, o zig zag é ascendente. Tendência de baixa, zig zab para baixo.

Na consolidação, o zig zag anda de lado.

Portanto: tendência de alta, tendência de baixa são bons para investir. Sem tendência: melhor não investir.

De olho nos 46 mil e nos 51 mil pontos do Ibovespa

Neste vídeo, a Equipe Trader, representada por Osney Cola e, pela primeira vez, por André Moraes, faz uma análise técnica do atual cenário da Bovespa.

Os dois observam a consolidação de um movimento lateralizado. Não há uma tendência definida nem de alta nem de baixa. Ainda que o gráfico diário aponte para uma tendência de queda, não é o momento para se posicionar com clareza em operações de venda.

Dois pontos importantes:

  • No que diz respeito ao Índice Bovespa, os 46 mil pontos são um ponto de suporte importante, que já foi testado três vezes no gráfico semanal; dificilmente ele será ultrapassado para baixo. Mas, se romper, abre espaço para muita queda: o próximo suporte seria nos 40 mil pontos, o que dá 15% de target
  • O rompimento dos 50 mil pontos também é importante, mas uma vez rompida essa resistência o target é menor. A partir dela há diversas resistências intermediárias muito próximas umas das outras. Uma delas é a dos 51 mil pontos, que já foi testada 7 vezes nos últimos dois anos e sempre funciona como região de suporte ou resistência.
  • Porém, rompendo acima dos 51 mil pontos, a próxima resistência é nos 60 mil pontos, o que já dá um target mais apetitoso.

Resumindo: enquanto o mercado estiver com o Ibovespa entre 46 mil e 51 mil pontos tudo é indefinido. Abaixo ou acima disso, bons negócios surgirão com maior clareza, seja para posições vendidas ou compradas, respectivamente.

Minicurso: como ganhar dinheiro com a bolsa em queda

Você sabia que pode operar tanto com o mercado em alta como em baixa?

Lucrar com o mercado em queda é um desafio para quem que ganhar dinheiro operando tanto Swing Trade como Day Trade, comprando e vendendo ações ou outros ativos.

Neste vídeo o Hamilton Ribas, traz uma aula que é um tutorial sobre como fazer o aluguel e a venda descoberta, de maneira prática e simples.

A operação de venda descoberta ou aluguel é muito útil e pode ser usada para ações, mini contrato / mercado futuro Ibovespa, opções, commodities etc.

Assista esse mini curso que te ensina a ganhar com o mercado em queda da bolsa e de seus ativos.

Qual o valor mínimo para investir na bolsa de valores?

Qual o valor mínimo para investir na bolsa de valores?

Dentro do mercado financeiro você tem diversas opções entre o mercado de renda variável (como a bolsa, por exemplo) e o de renda fixa (como os títulos da dívida pública).

A recomendação é diversificar entre a renda fixa e a renda variável. Não é o ideal deixar todos os ovos na mesma cesta.

Pra você começar a investir no mercado de ações, no entanto, você tem algumas escolhas:

Lote padrão: múltiplos de 100 unidades, valor mínimo de R$ 100 e contando com a alavancagem de 15 vezes, o que dá R$ 1500. Esse é o valor minimo. Não quer dizer que seja o valor recomendável.

Lote fracionário: as ações são vendidas em unidades. O valor mínimo é o valor unitário do papel. Aí dá até para começar com R$ 15. Mais uma vez: esse valor é o mínimo. Não o recomendável.

Mercado de opções: não tem como negociar no fracionário. Não há como negociar menos de 100 opções por vez. O valor mínimo é de, em média, R$ 100.

IPO (quando a empresa abre o capital): valor mínimo, R$ 200.

Mercado Futuro: o mini índice, R$ 200 para day trade (compra e venda no mesmo dia) e para swing trade (mais de um dia), R$ 2500. Mini dólar: R$ 400 para day trade e, para swing trade, R$ 1500. Índice padrão: R$ 1000 reais por contratos e, como o mínimo são 5 contratos, o valor mínimo é de R$ 5 mil para day trade e R$ 15 mil para swing trade.

Tesouro direto: o valor mínimo é de R$ 70, para comprar um décimo de um título (tem dado mais que a poupança e tem menos risco).

LCI, LCA e CDB: R$ 5000 é o valor mínimo.

Debêntures: R$ 1000 o valor mínimo.

ETF e fundos imobiliários: R$ 100.

Para você saber exatamente quando você deve investir vai depender de diversos fatores, como o seu conhecimento e margem de risco, sobretudo quando você está começando.