Bolsa de Valores

Investindo em Títulos da Dívida Pública 2: as vantagens

Postado por Alessandro Martins em - Outros investimentos

Este artigo faz parte da série Investindo em Títulos da Dívida Pública.

Leia também:

Além da segurança, de que falamos no artigo anterior, existem uma série de vantagens ao se investir em Títulos Públicos.

O próprio site do Tesouro Direto aponta diversas delas:

  • rentabilidade;
  • taxas de administração baixas mesmo para baixos valores;
  • possibilidade de diversificação: com rentabilidades pós e pré-fixadas e atreladas a diferentes índices e, assim, você pode escolher o que é melhor para determinado momento econômico e para o prazo de seu investimento
  • possibilidade de garantir seu futuro em uma poupança de longo prazo
  • gerenciamento de seus investimentos com comodidade e segurança através da internet;
  • liquidez garantida pelo Tesouro Nacional;

Segundo Gustavo Cerbasi, em seu livro Investimentos Inteligentes:

A grande vantagem do programa Tesouro Direto é permitir investimentos a partir de cerca de R$ 200, viabilizando a negociação dos títulos da dívida pública para pequenos investidores. No passado, somente investidores de grande porte tinham acesso a esse tipo de título, em função do elevado investimento até então necessário para adquiri-los.

Outra vantagem, que é o principal atrativo desta modalidade, está nos reduzidos custos em relação às taxas de administração de fundos. (…) Com a devida pesquisa de seu agente de custódia, seu custo pode se restringir a cerca de 1% ao ano, no mesmo nível de taxas de administração cobradas por fundos que atendem apenas a grandes valores.

Alguns termos podem estar confundindo você até o momento:

  • Tesouro Direto: foi criado em janeiro de 2002 pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN) em parceria com a CBLC (Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia) para possibilitar a compra de Títulos Públicos por pequenos investidores. O Tesouro Direto tem um site.
  • Agente de Custódia: pode ser uma corretora ou simplesmente um banco em que você tem conta. Falarei deste item em um capítulo desta série

Artigos Relacionados

Gostou? Comente, compartilhe e participe.