Bolsa de Valores

Qual o valor mínimo para investir na bolsa de valores?

Postado por Alessandro Martins em - Tudo sobre Bolsa de Valores

Qual o valor mínimo para investir na bolsa de valores?

Dentro do mercado financeiro você tem diversas opções entre o mercado de renda variável (como a bolsa, por exemplo) e o de renda fixa (como os títulos da dívida pública).

A recomendação é diversificar entre a renda fixa e a renda variável. Não é o ideal deixar todos os ovos na mesma cesta.

Pra você começar a investir no mercado de ações, no entanto, você tem algumas escolhas:

Lote padrão: múltiplos de 100 unidades, valor mínimo de R$ 100 e contando com a alavancagem de 15 vezes, o que dá R$ 1500. Esse é o valor minimo. Não quer dizer que seja o valor recomendável.

Lote fracionário: as ações são vendidas em unidades. O valor mínimo é o valor unitário do papel. Aí dá até para começar com R$ 15. Mais uma vez: esse valor é o mínimo. Não o recomendável.

Mercado de opções: não tem como negociar no fracionário. Não há como negociar menos de 100 opções por vez. O valor mínimo é de, em média, R$ 100.

IPO (quando a empresa abre o capital): valor mínimo, R$ 200.

Mercado Futuro: o mini índice, R$ 200 para day trade (compra e venda no mesmo dia) e para swing trade (mais de um dia), R$ 2500. Mini dólar: R$ 400 para day trade e, para swing trade, R$ 1500. Índice padrão: R$ 1000 reais por contratos e, como o mínimo são 5 contratos, o valor mínimo é de R$ 5 mil para day trade e R$ 15 mil para swing trade.

Tesouro direto: o valor mínimo é de R$ 70, para comprar um décimo de um título (tem dado mais que a poupança e tem menos risco).

LCI, LCA e CDB: R$ 5000 é o valor mínimo.

Debêntures: R$ 1000 o valor mínimo.

ETF e fundos imobiliários: R$ 100.

Para você saber exatamente quando você deve investir vai depender de diversos fatores, como o seu conhecimento e margem de risco, sobretudo quando você está começando.

Artigos Relacionados

Gostou? Comente, compartilhe e participe.