Bolsa de Valores

Psicologia das massas segundo a teoria de Dow

Postado por Alessandro Martins em - Análise técnica da bolsa de valores Tudo sobre Bolsa de Valores

Por mais que os movimentos da bolsa sejam numéricos, quantificáveis, possíveis de serem visualizados em gráficos, eles estão também sujeitos a aspectos psicológicos.

Dow, ao elaborar a sua teoria percebeu isso. Tanto para a alta quanto para a baixa ele identificou três fases.

Ao tomar sua decisão – de compra e de venda – cabe a você, racionalmente, tentar se colocar na fase que for melhor para seu investimento. Claro, identificar essas fases depois que o movimento aconteceu é fácil. Enquanto ele acontece é para poucos. Pouquíssimos, eu diria.

As fases são semelhantes, contrárias e complementares para o mercado de alta e de baixa.

De alta

  • Fase 1: No início de um movimento, investidores mais preparados começam a comprar. Isso permite que – quando todos pensam que o mercado vá cair ainda mais – eles comprem papéis muito baratos. Nesse momento, as notícias repercutidas pela mídia são todas negativas.
  • Fase 2: É o momento de aceleração do movimento. A pressão compradora começa a aumentar. Aqueles investidores um pouco mais atentos se agarram no bonde antes que ele parta à toda.
  • Fase 3: Grandes altas, atraindo iniciantes. Os investidores inexperientes ficam cada vez mais confiantes, achando que acertam todas as suas análises. Muita gente entra no mercado nessa fase. Alguns chegam a ficar mais agressivos. Os investidores mais preparados podem estar começando a vender a bons preços. O resto da massa, porém, está eufórica, se alimentando de notícias positivas e aguardando novas altas. Abre-se a possibilidade para a fase 1 do mercado de baixa.

De Baixa

  • Fase 1: Os profissionais preparados começam a vender, iniciando a retração.
  • Fase 2: Nervosismo. Muitos investidores percebem o equívoco e alguns procuram se desfazer de suas posições, talvez com algumas perdas. Aqueles dotados de maior fé, começam a assumir posturas de torcedores e a tratar as empresas de que têm ações como ao “time do coração”.
  • Fase 3: Neste momento, muitos iniciantes saem da bolsa, traumatizados e realizando grandes prejuízos. Mas, finalmente, com ativos muito desvalorizados a pressão vendedora desaparece e os investidores experientes recomeçam a comprar.

E o ciclo recomeça.

Artigos Relacionados

Gostou? Comente, compartilhe e participe.