Bolsa de Valores

BTOW3 – Em busca do lucro perdido

Postado por Osney Cola em - Tudo sobre Bolsa de Valores

Caros investidores iniciantes, segue mais um trabalho produzido pelo nosso amigo Junior, sobre a visão fundamentalista da empresa B2W, dona das marcas Americanas.com, submarino, Shoptime além de outras.

“Atendendo a mais um pedido de estudo segue material onde navegamos pelas principais informações contábeis da empresa ao longo dos últimos anos. Olhando as séries históricas podemos ver claramente as principais mudanças na estrutura de capital, as variações de seus principais indicadores e os esforços da empresa em buscar novamente a lucratividade.

Além do vídeo preparei um gráfico de área especialmente para este trabalho com o objetivo de proporcionar ao iniciante na bolsa uma visão consolidada dos impactos das custos e das despesas na lucratividade de uma empresa.

BTOW3 - 1t2013

A linha preta no gráfico mostra a evolução das receitas, as composições de área cinza e laranja são as despesas e os custos para o mesmo período. Lembrando que temos uma visão trimestral anualizada neste gráfico, ou seja, cada trimestre é o acumulado dos últimos doze meses, como se cada trimestre fosse o fechamento de final de ano. Gosto da visão anualizada pois ela permite ver com mais clareza as curvas de crescimento ou de encolhimento de uma empresa. No gráfico vemos um crescimento consistente de 31/12/2007 até o pico em 30/09/2011, onde ocorre uma queda seguida de estabilização com o último fechamento em R$ 9,7 bilhões. No entanto o que mais chama a atenção no gráfico não é estabilização da receita, mas sim o forte aumento dos custos que cresceram fortemente a partir de 31/12/2011 que transformaram um lucro de R$ 1,5 bilhão em prejuízo de R$ 3 milhões.

Olhando para cenário é prudente aguardar pelas próximas publicações, o que pode mostrar uma excelente oportunidade em caso de melhoria da gestão dos custos.

Foi um trabalho bem bacana, acho que vão gostar.

Cadastre-se, e assista uma aula gratuita agora, não perca tempo! Clique aqui.

Jr.

 

Gostou? Comente, compartilhe e participe!

Análise Técnica na Bolsa de Valores – Realização Parcial de Lucro.

Postado por Osney Cola em - Análise técnica da bolsa de valores Cursos sobre bolsa de valores Tudo sobre Bolsa de Valores

Mais do que estudar gráficos, a Análise Técnica também nos dá referências quanto ao comportamento do investidor, tanto antes da operação, como durante.

A realização parcial de lucro é essencial para que você possa se tranquilizar em relação aos movimentos que o mercado possa fazer.

Não sabe o que é realização parcial de luco? O vídeo abaixo trata desse assunto, acompanhe:

Cadastre-se, e assista uma aula gratuita agora, não perca tempo! Clique aqui.

Gostou? Comente, compartilhe e participe!

Estudo Fundamentalista sobre a TIM

Postado por Osney Cola em - Análise fundamentalista da bolsa de valores Tudo sobre Bolsa de Valores Vídeos sobre bolsa de valores

Olá amigos, aqui é o Osney trazendo mais informações sobre a escola de pensamento Fundamentalista, apesar de ser um grafista e gostar de operar no curto prazo, entendo que para o iniciante na bolsa é fundamental buscar a todo custo a preservação de seu capital. Operar com empresas que apresentem bons fundamentos na compra e operar na venda em empresas que apresentem fundamentos ruins, são estratégias que minimizam os riscos. Minimizam mas não eliminam.

Vejam o material que o Junior preparou sobre a TIM parece uma boa empresa para exercitar nosso aprendizado.

“A pedido de Flavia Rodrigues fizemos mais um estudo fundamentalista para ajudar na identificação de empresas com bons fundamentos, que apresentem boa lucratividade e que tenham crescimento sustentável ao longo do tempo. Gostei deste em especial pois atende a várias requisitos.

Neste estudo não fizemos, como de costume, um passeio pelo site da empresa nem no site da Bovespa para ver os fatos relevantes e os últimos comunicados, fiz isto para ganharmos tempo para ver com detalhes a maior quantidade possível de indicadores. Mas, a recomendação é sempre a mesma: façam uma leitura exaustiva do site de relações com investidores da empresa, com olhar crítico, afinal as empresas nunca falarão mal delas próprias. Este exercício não é uma avaliação total e definitiva e sim focada apenas nas demonstrações financeiras e nos indicadores obtidos a partir dos balanços publicados, é apenas uma parte do processo, mas uma parte muito importante.

A Timp3 apresenta ativos na casa do R$ 25 bilhões; possui Ativo Circulante maior que Passivo Circulante reduzindo pressões de financiamento de curto prazo; apresenta no último trimestre Contas a Receber maior que os compromissos com Fornecedores um bom sinal; o Patrimônio Líquido apresenta crescimento contínuo e consistente; a Receita Líquida anualizada dá gosto de ver segue forte e consistente; Lucros estáveis e crescente na visão anualizada; a Margem Líquida está baixa mas com sinal de melhora; isto tudo aliado a um baixo endividamento torna a empresa atrativa para investimento com base nestas informações. Os ganhos de dividendos não são uma maravilha mas a consistência em pagá-los com frequência fazem a diferença no longo prazo.

No vídeo detalhamos um pouco mais.

Espero que gostem.

JR”

Cadastre-se, e assista uma aula gratuita agora, não perca tempo! Clique aqui.

Gostou? Comente, compartilhe e participe!

Utilização do stop loss – Disciplina e psicologia para traders.

Postado por Osney Cola em - Análise técnica da bolsa de valores Cursos sobre bolsa de valores Dicas da bolsa de valores

Já ficou provado para nós que a maioria das pessoas que começam a investir na Bolsa de Valores tem dificuldades para enfrentar o mercado em queda, costumam engessar seu capital em operações que não andaram de acordo com o esperado.

Outras falhas são cometidas com muita frequência, não só quando o mercado caí, mas a todo instante.

No vídeo desse post utilizo o e-mail de um investidor enviado para nós, ele relata sua dificuldade em operar utilizando uma ferramenta primordial para que haja sucesso, o Stop.

Acompanhe:

Cadastre-se, e assista uma aula gratuita agora, não perca tempo! Clique aqui.

Gostou? Comente, compartilhe e participe!

Empresas em Recuperação Judicial

Postado por Osney Cola em - Análise fundamentalista da bolsa de valores Tudo sobre Bolsa de Valores Vídeos sobre bolsa de valores

Desta vez o Estudo Fundamentalista que trazemos para vocês fala sobre uma empresa em Recuperação Judicial onde o papel esta cotado a centavos. Para quem esta iniciando uma verdadeira tentação que gostaríamos que evitassem. Vejam no texto e vídeo abaixo os comentários do nosso amigo Junior.
Esperamos que gostem.
Osney.

“O Grupo Peixoto de Castro atua nos setores de Tubos de Aço; Químicos e Petroquímicos; e Energia Renovável, através de suas controladas.

O principal fato relevante recente da companhia foi o pedido de recuperação judicial, na sequência segue informações obtidas no site da empresa.

” Em abril de 2013, a GPC Participações e suas controladas Apolo Tubos e Equipamentos S.A. e GPC Química S.A. ingressaram com pedido de Recuperação Judicial na Comarca da Capital do Estado do Rio de Janeiro, o qual foi deferido em maio de 2013.

Tal medida foi adotada com o objetivo de proteger o valor dos ativos próprios e de suas controladas, atender de forma organizada e racional aos interesses da coletividade de seus credores na medida dos recursos disponíveis e, principalmente, promover a manutenção da atividade econômica e de seu valor de mercado.

A Recuperação Judicial, instituída pela Lei 11.101/05, objetiva a preservação da empresa, possibilitando a superação da crise econômico-financeira que a motivou se valer do referido instrumento jurídico. Tal medida visa à manutenção das atividades da sociedade, o emprego dos trabalhadores e a assegurar os interesses dos credores.

Após o deferimento pelo Juízo que apreciou o pedido de Recuperação Judicial, a empresa deverá apresentar, em até 60 dias, o Plano de Recuperação Judicial, em que serão propostas as condições em que os credores serão pagos e os recursos que sustentarão a recuperação. Havendo objeção de credores ao Plano, caberá ao Juízo a convocação, em até 150 dias do deferimento do pedido de Recuperação Judicial, da Assembleia-Geral de Credores. A empresa permanecerá em Recuperação Judicial até que se cumpram todas as obrigações previstas no Plano e que vençam até dois anos depois da aprovação deste documento.”

Este foi um estudo solicitado por um de nossos alunos motivado principalmente pela atual cotação do papel que fechou dia 19/06/13 a R$ 0,11. As ações em centavos costumam ser sedutoras, pois a variação de apenas R$ 0,01 no papel podem indicar ganhos acima de 10% e aqueles que gostam de apostar pensando em ganhos rápidos acabam caindo nesta sedução.

Empresas que passam por um processo de turnaround podem apresentar potencial de ganhos expressivos, pois sua recuperação podem fazer a empresa retomar o crescimento e a lucratividade. Isto aconteceu recentemente no Banco Panamericano, hoje chamado apenas de Banco PAN, que quase teve decretada sua liquidação e esta sendo salvo graças a entrada do BTG Pactual no negócio. Em 01 ano as ações tiveram mínima de R$ 3,90 e máxima de R$ 7,33; hoje estão cotadas a R$ 5,22 acompanhando a queda de todo o mercado. Eu fiz parte da equipe que fez a contenção do Banco com o pessoal do FGC e apoiei a estruturação com o time do BTG.

O fato do Banco Pan ter tido sucesso na sua “quase” recuperação judicial, foi o fato de que houve a entrada de sangue novo na instituição com disposição para fazer as mudanças necessárias, com foco em estruturação e retomada da lucratividade. O foco em crescimento veio somente depois da estabilização.

Mas estamos falando do Grupo Peixoto de Castro e não do Pan. Eu sei, verdade. O ponto em comum é o turnaround. Será que o Grupo Peixoto de Castro, conseguirá ajustar sua estrutura para voltar a lucratividade? A resposta é: somente se entrar sangue novo na empresa; pessoas com disposição e apoio para fazer aquilo que é necessário ser feito. Inclusive porque, para voltar, é preciso ter estado lá ao menos uma vez, e já faz muito tempo que não vemos lucros nos balanços publicados pelo Grupo.”
 
Cadastre-se, e assista uma aula gratuita agora, não perca tempo! Clique aqui.

 

Gostou? Comente, compartilhe e participe!

Operações agressivas – OGXP3.

Postado por Osney Cola em - Análise técnica da bolsa de valores Cursos sobre bolsa de valores

O grande problema de qualquer investimento de risco é o tamanho desse investimento. Portanto antes de montar uma posição seja ela agressiva ou não, pense que tudo pode acontecer.

Se tudo pode acontecer em uma operação de risco, tenho que colocar um capital que se perdido, não me faça quebrar.

Os inciantes acabam enxergando boas oportunidades em ações que caíram bastante, justamente por acharem que uma nova alta em algum momento acontecerá.

Acompanhem o vídeo e entendam um pouquinho do meu pensamento em relação a esse tipo de operação.

Cadastre-se, e assista uma aula gratuita agora, não perca tempo! Clique aqui.

Gostou? Comente, compartilhe e participe!

Mais artigos

6 of 82« 1...3456789...203040...82