Bolsa de Valores

Como investir dinheiro

Postado por Alessandro Martins em - Outros investimentos

Como investir dinheiro é uma decisão difícil hoje em dia.

Mas que bom. Isso é sinal de que temos muitas opções e não só a caderneta de poupança, como na nossa doce inocência acreditávamos há 30 anos.

Há diversas oportunidades em renda fixa, diversas oportunidades em renda variável, imóveis ou mesmo para investir dinheiro no seu próprio negócio.

O primeiro passo é decidir: renda fixa ou renda variável? O ideal é que você coloque uma parcela em cada uma dessas escolhas. Quanto? A regra dos 100 pode ajudar.

Em tese, a renda fixa tem menos riscos que a variável pois é mais previsível. Em tese.

A especialidade deste blog, no entanto, é investimento na bolsa de valores. Aqui você vai descobrir principalmente:

Você verá que a bolsa de valores como toda renda variável tem seus riscos, mas pode valer a pena: renda variável significa basicamente que rendimentos passados não são garantia de rendimentos futuros.

Como investir dinheiro na renda fixa

Existem diversas modalidades de investimento de renda fixa. Habitualmente, basta ter uma conta em um banco para ter acesso a qualquer uma destas opções.

Mesmo sendo de renda fixa, alguns desses investimentos podem ser pré-fixados (no momento do investimento já se sabe quanto vão render) ou pós-fixados (só se sabe quanto eles renderão ao final do investimento, pois são atrelados a índices como a taxa de juro ou à inflação).

Embora isso não fique claro para o iniciante, quem investe em renda fixa na verdade está emprestando dinheiro ao emissor de um título. A poupança, por incrível que pareça, é um empréstimo ao banco que, para ficar de posse de seu dinheiro, lhe paga um determinado juro.

O mesmo vale para qualquer outro investimento do gênero: títulos da dívida pública, por exemplo, ao neles investir você faz um empréstimo ao governo que lhe promete pagar o valor somado a uma determinada quantidade de juros em uma determinada data.

Como investir dinheiro na renda variável

Ativos de renda variável não podem ter seu lucro previsto no momento da aplicação.

Por isso, sempre que alguém chega por aqui perguntando quanto terá daqui a um ano se investir R$ 10 mil em alguma ação hoje, eu fico sem ter o que dizer.

Depende de muitos fatores, inclusive de como você consegue lidar com as oscilações da bolsa.

Você pode até perder dinheiro.

Os mais comuns:

Para alguns deles, basta ter conta em um banco. Para outros, como ações e opções, é necessário ter conta em uma corretora de valores.
Gostou? Comente, compartilhe e participe!

Como investir em ações da Petrobras

Postado por Alessandro Martins em - Insights sobre a bolsa de valores

Ao decidir que investir em ações da Petrobras é realmente o que você quer, provavelmente antes de tudo você terá que aprender como investir na bolsa de valores de um modo geral e passar por todo o processo educativo e burocrático: aprender sobre a bolsa, fazer uma conta em uma corretora e aprender a usar um home broker.

O iniciante na bolsa de valores pode ter a ilusão de que investir na Petrobras é sempre vantajoso por se tratar de uma empresa grande, sólida e importante para o Brasil.

Como investir em ações da Petrobras é meio que senso comum, é bom prestar alguns esclarecimentos: depende da atual tendência da ação (se de alta ou se de baixa) e, diante disso, depende do seu período operacional (curtíssimo, curto, médio ou longo prazo) e de muitos outros fatores.

Não adianta comprar um lote de ações, não importa de que empresa seja, se ela estiver em tendência de baixa e for demorar muito para que sua iniciativa resulte em lucro.

Existem duas ações da Petrobras sendo negociadas na bolsa de valores:

  1. Ações Ordinárias da Petrobras (ON): PETR3
  2. Ações Preferenciais da Petrobras (PN): PETR4

Diferença entre ações preferenciais e ordinárias

  • ações ordinárias concedem o poder de voto nas assembléias da companhia. são sempre nominativas. Nelas, o nome da empresa é seguido da notação ON
  • ações preferenciais oferecem preferência na distribuição de resultados ou no reembolso do capital em caso de liquidação da companhia. O nome da empresa é seguido na notação PN.

Você deve investir em ações PN ou ON? Quais as mais vantajosas?

Gostou? Comente, compartilhe e participe!

Primeira bolsa de valores do mundo

Postado por Alessandro Martins em - Dicas da bolsa de valores Tudo sobre Bolsa de Valores

A primeira bolsa de valores do mundo nasceu em 1602, em Amsterdã, na Holanda.

Ela foi criada pela Companhia Holandesa das Índias Orientais para, pela primeira vez, negociar ações em uma instituição comercial.

No entanto, há fontes que dizem que a primeira bolsa de valores do mundo surgiu surgiu em Antuérpia, na Bélgica, em 1531. No entanto, esta era baseada na negociação de empréstimos.

  • Veja como surgiu a bolsa de valores de São Paulo: Bovespa

A primeira bolsa de valores do Brasil

No Brasil, a primeira bolsa de valores foi a Bolsa Livre, criada por Emílio Rangel Pestana, como um simples escritório na capital de São Paulo, que fornecia serviços de negociações de títulos. Inicialmente, contava com apenas 93 associados. Foi ela a semente do que hoje é a BM&FBovespa, fusão da Bolsa de Mercadorias e Futuros e da Bolsa de Valores de São Paulo.

Existem hoje uma infinidade de bolsas de valores no mundo com diferentes características e graus de influência.

Gostou? Comente, compartilhe e participe!

Commodities brasileiras

Postado por Alessandro Martins em - Outros investimentos

Commodities são mercadorias básicas, primordialmente matérias-primas para a indústria e que, por serem comerciadas globalmente, importadas e exportadas em gigantescos volumes, têm seus preços determinados pelos mercados mundiais e têm grande influência sobre a bolsa de valores brasileira e nas bolsas de valores do mundo.

A palavra commodities quer simplesmente dizer “mercadoria”.

Quais são as commodities brasileiras?

As principais commodities brasileiras são:

  • petróleo
  • café
  • suco de laranja
  • minério de ferro
  • soja
  • alumínio

A abundância de commodities tem suas vantagens, mas por outro lado um país que dependa só desses recursos fica a mercê dos preços internacionais e dependente das decisões do mercado global.

Gostou? Comente, compartilhe e participe!

Como investir em ações com pouco dinheiro

Postado por Alessandro Martins em - Dicas da bolsa de valores Tudo sobre Bolsa de Valores

Uma das principais dúvidas do iniciante na bolsa de valores é como investir em ações com pouco dinheiro. Afinal, ninguém (ou quase ninguém) nasce um George Soros ou um Warren Buffett.

Qual o valor mínimo para investir em ações? Como investir na bolsa de valores com pouco dinheiro? Se você estudar a área de iniciantes da Bovespa verá que não existe um valor mínimo para se investir.

Em tese, você pode começar com qualquer valor. Claro, a questão é: seria isso vantajoso?

Dependendo do valor que você investe, uma única movimentação dissolveria qualquer lucro que você pudesse vir a ter. A corretagem fixa por movimentação custa algo em torno de R$ 5 e R$ 10. Para um improvável valor investido de, digamos, R$ 100 (acredite, várias pessoas procuram esse blog perguntando se podem começar com esse valor), isso corresponde a entre 5% e 10%, uma lucratividade assombrosa, dependendo do período de tempo avaliado.

Portanto, o ideal é que você comece com pelo menos uns R$ 1000. Ainda assim, é temeroso se você fizer muitas movimentações.

No entanto, mesmo um valor baixo pode ser interessante para o iniciante pois, uma vez que o seu dinheiro está na bolsa de valores, você passa a se interessar mais, acompanhar mais de perto e a observar, na prática suas reações diante das variações e oscilaçoes do mercado de ações.

Se é para descobrir que isso não é para você, que seja com um valor baixo.

Como investir em ações com pouco dinheiro

Existem duas formas de investir em ações com pouco dinheiro.

  1. Fundos de investimento: você compra cotas de um fundo que inclui ações e outras formas de investimento, inclusive renda fixa. Torna acessível o investimento em ações, ainda que indiretamente, para quem quer começar com pouco dinheiro.
  2. Clubes de investimento: você se reúne a um grupo de pessoas que, juntas, decidem em que ações investir. Leia mais sobre clube de investimento.

Uma das vantagens dessas modalidades é a possibilidade de ampliar o volume de seus investimento ainda que possa começar com valores relativamente pequenos.

Gostou? Comente, compartilhe e participe!

Bovespa

Postado por Alessandro Martins em - Dicas da bolsa de valores Tudo sobre Bolsa de Valores

Bovespa hoje ainda é o nome pelo qual muitos investidores, por costume, chamam a Bolsa de Valores de São Paulo. Desde maio de 2008, quando houve a fusão com a Bolsa de Mercadorias & Futuros, o nome passou a ser BM&FBovespa.

Talvez porque o novo nome seja mais longo e mais difícil de falar, talvez porque o Índice da Bolsa de Valores de São Paulo (Ibovespa) ainda tenha esse nome, muitos investidores e pessoas leigas ainda buscam informações usando o nome antigo: Bovespa.

A BM&FBovespa, ou Nova Bolsa (como ficou conhecida na época da fusão), é o principal ambiente brasileiro de negociação de ações e derivativos e tem sua sede em São Paulo. Diversas outras bolsas, em outros estados, como a do Paraná e a do Rio de Janeiro, foram a ela integradas a partir do ano 2000, uma Bovespa online totalmente.

A Bolsa de Mercadorias & Futuros era a maior bolsa brasileira. Com a fusão entre as duas, a BMF Bovespa tornou-se a terceira maior bolsa de valores do mundo e a segunda das Américas em valor de mercado.

Simulador Bovespa

Existem muitos sites que fornecem uma eficiente simulação Bovespa, para aqueles que querem ingressar no mundo da bolsa de valores com as cotações Bovespa em tempo real.

Sugerismo alguns destes sites neste post: Bovespa Simulador.

História da Bovespa

A BM&FBovespa nasceu em 1890 como Bolsa Livre, criada por Emílio Rangel Pestana, como um simples escritório na capital de São Paulo, que fornecia serviços de negociações de títulos. Inicialmente, contava com 93 associados.

Em 1895 passou a ser a Bolsa de Fundos Públicos de São Paulo. Só em 1934 passou a para o Palácio do Café, chamando-se Bolsa Oficial de Valores de São Paulo. Até a década de 1960, as bolsas de valores eram instituições corporativas ligadas aos estados. Os corretores eram nomeados pelos governos estaduais.

Foi em 1965 e 1966 que todas elas se transformaram em associações civis autônomas – administrativa, financeira e patrimonialmente -, instituições sem fins lucrativos.

Foi nessa época que a figura do corretor de fundos públicos foi substituída pelas das sociedades corretoras ou, como hoje são conhecidas, corretoras de valores.

Finalmente, em 1967, a instituição passou a ser conhecida como Bolsa de Valores de São Paulo. Saiba mais sobre isso no Bovespa Cursos: veja o link no nosso post sobre cursos de bolsa de valores.

Desde então muita coisa evoluiu. Você pode obter muitas informações sobre a Bovespa no seu site: cotações Bovespa, ações Bovespa, índice Bovespa e muito mais. Mas isso ainda é muito pouco, você não só pode obter informações pela internet como também todo e qualquer investimento é feito pela internet através dos home brokers.

Gostou? Comente, compartilhe e participe!

Mais artigos

Page 31 of 83« First...1020...2930313233...405060...Last »