Bolsa de Valores

O que é a Bolsa de Valores

Postado por Alessandro Martins em - Insights sobre a bolsa de valores

O que é a bolsa de valores e como funciona? A Bolsa de Valores é onde se negociam ações de empresas de capital aberto. É a Bolsa de Valores que administra o mercado desse tipo de investimento.

No Brasil, a principal bolsa é a  BM&FBOVESPA S/A – ou Bovespa como era conhecida até 2008 -, que também administra o Balcão Organizado e o mercado de bolsa de derivativos e de futuros. O Ibovespa é o índice da BM&FBOVESPA.

A principal função de uma bolsa de valores é proporcionar um ambiente seguro, transparente e de confiança para a compra e a venda de ações e outros valores mobiliários.

Atualmente, essas negociações não são mais feitas em um pregão ao vivo: aquela cena que vimos nos telejornais e nos filmes de antigamente, com gente gritando de um lado e do outro em uma sala tumultuada. A maior parte das negociações das bolsas de valores são feitas em meio eletrônico, sobretudo através do home broker, no caso das pessoas físicas.

Para negociar ações na bolsa de valores, você precisa do intermédio de uma corretora.

O que é uma ação da Bolsa de Valores

Ações são pequenos pedaços do capital de qualquer empresa denominada de capital aberto.

Digamos que a empresa valesse R$ 100 e dividisse seu capital em cem partes iguais e vendesse essas partes na Bolsa de Valores. Em princípio, cada uma dessas ações custaria R$ 1. Se você tivesse uma ação, enquanto a detivesse, seria considerado sócio da empresa. Naturalmente, esse valor inicial flutuaria ao longo do tempo, condicionado por diversos fatores relativos à situação da companhia, da economia nacional e internacional, proporcionando lucro ou prejuízo ao investidor de posse dessa ação.

Outras funções da Bolsa de Valores

  1. Levantar capital: ao abrir seu capital e vendê-lo na bolsa, a empresa levanta fundos para expansões e novos negócios
  2. Poupança em investimentos: em vez de o capital de uma parcela da população ser direcionado ao consumo, ajuda a movimentar a economia, alocando esses valores para geração de negócios
  3. Facilitar fusões e aquisições: as companhias têm mais chances de crescer ao adquirir ações de outras empresas do mesmo ou de outro setor, facilitando aquisições e fusões, dando agilidade ao mercado
  4. Redistribuição de renda: a bolsa de valores dá a oportunidade a qualquer cidadão de ter acesso a negócios lucrativos, desde que ele esteja preparado para lidar com um mercado tão volátil e cheio de riscos
  5. Aprimorar a governança corporativa: o mercado é transparente, cheio de regras e bem regulado. E com um número cada vez maior de pessoas ativamente interessadas em seus próprios investimentos, as empresas têm que andar na linha.e aprimorados.
  6. Termômetro da Economia: a bolsa de valores é uma forma válida de verificar a quantas anda a economia nacional, sendo um retrato do crescimento ou não do País

Como investir na Bolsa de Valores

Agora que você já conhece e já sabe o que é, que tal aprender um pouco sobre como investir na bolsa de valores?

Artigos Relacionados

Gostou? Comente, compartilhe e participe.

Deixe seu comentário