Bolsa de Valores

Link Trade corta taxas do home broker quase pela metade e fica com os menores preços do segmento

Postado por Alessandro Martins em - Dicas da bolsa de valores

(Este é um artigo patrocinado)

A opção de comprar e vender ativos usando o seu computador, em um home broker (sistema de negociação via internet), é cada vez mais acessível e atraente. Se você é iniciante na bolsa é possível que sua primeira negociação seja feita por esse sistema.

As corretoras oferecem preços cada vez menores para esse tipo de serviço. Por isso, a Link Trade cortou suas taxas de corretagem no home broker quase pela metade.

Os valores são agora de de R$ 4,40 por negócio no mercado fracionário (normalmente é aqui que o iniciante começa a operar: entenda o que é o mercado fracionário) e de R$ 9,80 por lote regular de ações.

Antes os custos eram respectivamente de R$ 8,00 para o fracionário e R$ 18,80 para o lote de ações.

Outras corretagens segundo matéria recente do jornal Valor Econômico (se você não for assinante do Valor Econômico clique aqui):

  • TOV: R$ 5,00 (apenas para quem faz pelo menos três operações por mês)
  • Corretora Título: R$ 10
  • Ágora: R$ 20,00 por operação (atual líder no home broker)
  • Interfloat: R$ 15
  • Banifinvest: R$ 15,99

Bancos, por sua vez, costumam cobrar por percentuais sobre as movimentações.

Mesmo cortando as tarifas pela metade, a Link deve manter os serviços oferecidos:

  • relatórios sobre empresas
  • indicações de ações
  • chats
  • controle de risco
  • análises gráficas

Para atender a nova demanda, a Link trabalha agora com a americana Flex Trade, que tem um sistema de negociação mais veloz e com mais opções para o investidor definir quando compra e quando vende uma ação. A mesa de operações foi reforçada e conta agora com 15 atendentes.

Artigos Relacionados

Gostou? Comente, compartilhe e participe.