Bolsa de Valores

Empresas em Recuperação Judicial

Postado por Osney Cola em - Análise fundamentalista da bolsa de valores Tudo sobre Bolsa de Valores Vídeos sobre bolsa de valores

Desta vez o Estudo Fundamentalista que trazemos para vocês fala sobre uma empresa em Recuperação Judicial onde o papel esta cotado a centavos. Para quem esta iniciando uma verdadeira tentação que gostaríamos que evitassem. Vejam no texto e vídeo abaixo os comentários do nosso amigo Junior.
Esperamos que gostem.
Osney.

“O Grupo Peixoto de Castro atua nos setores de Tubos de Aço; Químicos e Petroquímicos; e Energia Renovável, através de suas controladas.

O principal fato relevante recente da companhia foi o pedido de recuperação judicial, na sequência segue informações obtidas no site da empresa.

” Em abril de 2013, a GPC Participações e suas controladas Apolo Tubos e Equipamentos S.A. e GPC Química S.A. ingressaram com pedido de Recuperação Judicial na Comarca da Capital do Estado do Rio de Janeiro, o qual foi deferido em maio de 2013.

Tal medida foi adotada com o objetivo de proteger o valor dos ativos próprios e de suas controladas, atender de forma organizada e racional aos interesses da coletividade de seus credores na medida dos recursos disponíveis e, principalmente, promover a manutenção da atividade econômica e de seu valor de mercado.

A Recuperação Judicial, instituída pela Lei 11.101/05, objetiva a preservação da empresa, possibilitando a superação da crise econômico-financeira que a motivou se valer do referido instrumento jurídico. Tal medida visa à manutenção das atividades da sociedade, o emprego dos trabalhadores e a assegurar os interesses dos credores.

Após o deferimento pelo Juízo que apreciou o pedido de Recuperação Judicial, a empresa deverá apresentar, em até 60 dias, o Plano de Recuperação Judicial, em que serão propostas as condições em que os credores serão pagos e os recursos que sustentarão a recuperação. Havendo objeção de credores ao Plano, caberá ao Juízo a convocação, em até 150 dias do deferimento do pedido de Recuperação Judicial, da Assembleia-Geral de Credores. A empresa permanecerá em Recuperação Judicial até que se cumpram todas as obrigações previstas no Plano e que vençam até dois anos depois da aprovação deste documento.”

Este foi um estudo solicitado por um de nossos alunos motivado principalmente pela atual cotação do papel que fechou dia 19/06/13 a R$ 0,11. As ações em centavos costumam ser sedutoras, pois a variação de apenas R$ 0,01 no papel podem indicar ganhos acima de 10% e aqueles que gostam de apostar pensando em ganhos rápidos acabam caindo nesta sedução.

Empresas que passam por um processo de turnaround podem apresentar potencial de ganhos expressivos, pois sua recuperação podem fazer a empresa retomar o crescimento e a lucratividade. Isto aconteceu recentemente no Banco Panamericano, hoje chamado apenas de Banco PAN, que quase teve decretada sua liquidação e esta sendo salvo graças a entrada do BTG Pactual no negócio. Em 01 ano as ações tiveram mínima de R$ 3,90 e máxima de R$ 7,33; hoje estão cotadas a R$ 5,22 acompanhando a queda de todo o mercado. Eu fiz parte da equipe que fez a contenção do Banco com o pessoal do FGC e apoiei a estruturação com o time do BTG.

O fato do Banco Pan ter tido sucesso na sua “quase” recuperação judicial, foi o fato de que houve a entrada de sangue novo na instituição com disposição para fazer as mudanças necessárias, com foco em estruturação e retomada da lucratividade. O foco em crescimento veio somente depois da estabilização.

Mas estamos falando do Grupo Peixoto de Castro e não do Pan. Eu sei, verdade. O ponto em comum é o turnaround. Será que o Grupo Peixoto de Castro, conseguirá ajustar sua estrutura para voltar a lucratividade? A resposta é: somente se entrar sangue novo na empresa; pessoas com disposição e apoio para fazer aquilo que é necessário ser feito. Inclusive porque, para voltar, é preciso ter estado lá ao menos uma vez, e já faz muito tempo que não vemos lucros nos balanços publicados pelo Grupo.”
 
Cadastre-se, e assista uma aula gratuita agora, não perca tempo! Clique aqui.

 

Artigos Relacionados

Gostou? Comente, compartilhe e participe.