Bolsa de Valores

Companhia Brasileira de Distribuição posicionada para sobrepor-se no mercado com as últimas aquisições e forte crescimento orgânico

Postado por Alessandro Martins em - Notícias sobre a Bolsa de Valores

Este artigo foi escrito pelo articulista convidado João Lima, do site Melhores Ações.

A economia do Brasil expandiu 8.8% no segundo trimestre de 2010, depois de crescer 9% nos primeiros 3 meses, de acordo com um relatório recente do governo. Alem disso, o governo brasileiro revisou em alta as perspectivas para o crescimento do PIB em 2010. A economia do Brasil deve expandir 7.34% este ano, desde a previsão de uma semana atrás 7.09%. os preços ao consumidor devem subir 5.03 % nos 12 meses adiante se comparado a previsão de uma semana atrás de 4.99 % .

Crescimento do PIB do Brail por trimestre de 2008 a 2010 em %(Q=Trimestre):

O ministro das finanças do Brasil espera que haja um crescimento no PIB do Brasil de 5.7% ao ano até 2014, um aumento considerável se comparado a estimativa prévia de 5.5%. Analistas consultados pela Bloomberg esperavam que a economia do Brasil expandisse 8% no segundo trimestre(Q2) de 2010.

Seguindo o crescimento econômico, Pesquisas e Mercados previu que as vendas a varejo poderiam crescer de $1,256 bilhões de reais em 2010 a $1,820 bilhões até 2014. A previsão para o PIB per capta cresça até 38.1% até o final de 2014, chegando a $13.180,00. A previsão é que o consumo per capta tenha um crescimento de $6.080,00 em 2010 para $8.609,00 em 2014 .

O salário mínimo brasileiro subiu 26% entre 2003 e 2006, e em 2010 o salário brasileiro médio anual deve chegar a $10,554 dólares. Os estilos de vida das classes A e B cada vez mais espelham os seus primos em países desenvolvidos conforme poder de compra em geral continua a crescer. A emersão de uma nova classe média mais baixa com mais entradas oferece altos potenciais para varejistas. O acesso mais fácil ao crédito também aumentou as oportunidades para os consumidores e negócios no Brasil. Foi predito pelo Euromonitor que em 2015 7.5% dos lares brasileiros podem chegar a ter uma renda disponível anual de mais $15,000 dólares.

De acordo com a empresa Research and Markets sub setores de varejo devem mostrar um forte crescimento sobre o Período incluem comida e bebida, com vendas projetadas para crescer de $205 bilhões em 2010 para $292 bilhões em 2014, um crescimento de 42.0%.

A franquia de supermercados Companhia Brasileira de Distribuição (NYSE: CBD; BOVESPA: PCAR5) deve se beneficiar do crescimento acelerado do país. Tendências positivas na base do crescimento econômico, uma enorme e crescente população e aumento da renda disponível são fatores chave por detrás do crescimento previsto nas vendas a varejo do Brasil. Acesso mais fácil ao crédito e a emergência de uma classe media mais rica são suscetíveis a aumentar o valor do segmento varejista nos próximos cinco anos.

A Companhia Brasileira de Distribuição(CBD) opera uma rede de cerca de 1,100 lojas com uma área total de 1.8 milhões de m2; incluindo a rede Pão de Açúcar, CompreBem, Sendas; Extra hipermercados e lojas de conveniências; Eletro e Ponto Frio; e websites de comércio online. A empresa é líder de vendas a varejo no Brasil com uma receita 23.3 bilhões em 2009.

No segundo trimestre de 2010, as vendas brutas da Companhia Brasileira de Distribuição(CBD) aumentou para 38.5% sobre o mesmo Período do ano passado BRL$7,815.4 milhões, enquanto as vendas liquidas subiram 39.4% para $6,977.9 milhões. A aquisição da Ponto Frio em Junho de 2009 e a junção com as Casas Bahia em Dezembro de 2009 contribuiu decisivamente para o crescimento espetacular das receitas em 2010. Além disso, a Companhia Brasileira de Distribuição(CBD) abriu 22 novas lojas em 2010. Estas operações completentaram o posicionamento da CBD no seguimento de bens duráveis, permitindo que a companhia sirva uma maior gama de consumidores. A empresa capiturou sinergias e é capaz de oferecer melhores serviços e uma série de benefícios aos consumidores, incluindo maior diversidade de produtos, preços mais atrativos e acesso mais fácil ao crédito.

Nos mesmos termos de loja(por exemplo, lojas que tem estado em operação por pelo menos 12 meses, logo, excluindo as lojas Ponto Frio), as vendas brutas cresceram 9.9%, dando um real crescimento de 4.6% quando deflacionado pelo índice da inflação.


O lucro líquido totalizou $82.5 milhões no trimestre, com uma margem liquida de 1.5%, impactada por parcelamento de impostos não recorrentes. Excluindo estes efeitos, a receita liquida ajustada veio a $127 milhões, com uma margem de 2.3%.

A empresa está planejando completar a integração de bens adquiridos durante 2010 e substancialmente acelerar a expansão orgânica com a recuperação dos gastos do consumidor no Brasil. Alem disso, a CBD está implantando uma reviravolta nos ativos da Ponto Frio e garantem uma forte recuperação de vendas. Os primeiros seis meses de 2010 estão confirmando que a CBD está se movendo na direção certa e com um melhor gerenciamento das despesas ela pode relatar maiores lucros até o final do ano.

12 analistas entrevistados por Thompson esperam que a CBD relatar um crescimento da receita de 32% em 2010 para 30.8 bilhões e 31% em 2011 para 40.3 bilhões. Além disso os ganhos por ação aumentaram moderadamente por 3.4% em 2010 para R$2.40 e em 35% em 2011 para R$3.23.

A CBD estava sendo negociada a R$62.4 como em 6 de Setembro; subindo 11% desde a baixa de R$56.15 de 4 de agosto. Conforme a economia do Brasil melhora mais rápido do que o mercado previa a Companhia está posicionada para vencer as estimativas consensuais.

Artigos Relacionados

Gostou? Comente, compartilhe e participe.