Bolsa de Valores

Bolsa de valores: preciso me dedicar em tempo integral?

Postado por Alessandro Martins em - Vídeos sobre bolsa de valores

A bolsa de valores é para você? Neste vídeo, o Osney Cola responde a um leitor que pergunta sobre se, devido a falta de tempo, ele pode investir na bolsa de valores.

O mercado de ações é interessante para quem não tem tempo?

É uma ótima pergunta.

De uma forma geral, as pessoas têm pouco contato com o mercado e, por conseguinte, tem pouco ou zero conhecimento a respeito.

Por falta de conhecimento, acabam acreditando que o mercado não é para qualquer um. Por exemplo, não sabem se é possível investir na bolsa de valores com pouco dinheiro.

Não é com qualquer R$ 10 que você começa e que vai valer a pena, mas também não é necessário ser um multimilionário.

O segundo mito é o que diz que o investidor da bolsa de valores precisa ser muito arrojado. Não: você não precisa correr grandes riscos. Aliás, quem se dá bem na bolsa de valores são justamente aqueles que não correm grandes riscos e, pelo contrário, aprendem a fazer um manejo de riscos.

O mito mais comum, no entanto, é o que diz que o sujeito precisa se dedicar em tempo integral a bolsa de valores. Alguns pensam que precisariam pedir as contas do emprego, parar tudo e, finalmente, ficar sentado na frente do computador acompanhando a bolsa de valores.

Não é essa a ideia.

Nenhuma dessas crenças tem fundamento.

Tempo para investir na bolsa de valores

No que diz respeito à falta de tempo, que é a dúvida do leitor: o mercado não exige muito tempo do investidor.

Claro que, antes de mais nada, o investidor tem que possuir conhecimento. E, isso sim, pode ser que leve um certo tempo.

Porém, depois de ter as informações necessárias, depois de ter domínio de um método, o tempo necessário para investir na bolsa de valores é mínimo.

Operando com tempos gráficos maiores, como por exemplo o gráfico semanal, você precisa se dedicar uma vez por semana. Com o gráfico diário, uma vez por dia.

Aquilo de que você precisa para operar na bolsa de valores, portanto, não é de tempo, mas de conhecimento das estratégios e das ferramentas.

Inclusive, é até salutar não acompanhar a bolsa o tempo todo. Você programa suas operações à noite e nos finais de semana, usando ordens de start e stops para perdas e para ganhos e tudo acontece sem que você precise acompanhar neuroticamente (isso evita, inclusive, que você seja movido pela emoção e cometa erros). Tudo isso através do home broker que, a partir do momento em que você tem uma conta numa corretora, você tem acesso gratuitamente.

Artigos Relacionados

Gostou? Comente, compartilhe e participe.