Bolsa de Valores de Chicago

O prédio da Bolsa de Valores de Chicago ou, em inglês, Chicago Stock Exchange (CHX), que chega a ser uma atração turística dessa cidade – a mais populosa do estado de Illinois, nos Estados Unidos -, abriga a terceira e mais movimentada bolsa de valores desse país, perdendo apenas para a Bolsa de Valores de Nova York e para a Nasdaq. A Bolsa de Valores Chicago opera sob a supervisão da Securities and Exchange Commission dos EUA (SEC). A CHX opera como uma subsidiária da CHX Holdings, Inc., uma empresa de Delaware.

A Bolsa de Valores de Chicago foi fundada em 21 de março de 1882. Em julho de 1914, a Bolsa fechou devido à Primeira Grande Guerra e permaneceu assim até 11 de dezembro. Em 26 de abril de 1920, a Bolsa de Chicago da Clearing Corporation foi estabelecida, pouco anos antes de, em 29 de outubro de 1929, o mercado cair dramaticamente, resultando em um período de tempo muito difícil para a Bolsa de Valores de Chicago, e para o mercado de ações em geral.

Nos anos oitentas, a Bolsa de Valores de Chicago fez vários avanços tecnológicos para melhorar a negociação e em 1982, a CHX lançou o sistema MAX, que a tornou pioneira entre as bolsas de valores na execução de ordens totalmente automatizadas.

Na década de 1990, ela teve um renascimento, e em 1993 mudou seu nome de volta para Chicago Stock Exchange (seu nome em inglês). Durante algum tempo ela foi conhecida como Midwest Stock Exchange).

Curiosamente, empresas de capital aberto não precisam ser listadas na CHX para ali serem negociadas. Regras da SEC permitem que a CHX negocie ações listadas em outras bolsas estadunidenses. Ações elegíveis para negociação incluem as da NYSE, da AMEX e da NASDAQ.

A Bolsa de Valores de Chicago tem dois pregões cada dia. A primeira sessão de negociação começa às 8h30 e termina às 15h, exceto para alguns fundos específicos. A segunda sessão começa imediatamente após o encerramento da sessão regular e terminará às 16h.

Published by

Alessandro Martins

Alessandro Martins é editor e fundador do blog Um Investidor Iniciante na Bolsa de Valores. Ele também edita o blog Livros e Afins.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>